Como Administrar uma Loja de Varejo e Evitar Crises

Uma crise pode ser provocada por fatores externos e internos. Mas é especialmente com a segunda opção que você deve se preocupar. Se não souber como administrar uma loja de varejo, falhas no planejamento dos negócios, nos investimentos ou na própria captação dos clientes podem acontecer, prejudicar a loja e até representar o fim.

Então, se você preza pela longevidade do seu negócio, descubra como manter esses tipos de problemas longe e se livre das crises internas com as dicas a seguir.

Use o público-alvo como um guia

Toda empresa precisa ter um público-alvo bem definido. Mas não pense que isso é necessário apenas para saber a quem vender. Saber quem é o cliente da sua loja é relevante para guiar muitas decisões internas. É com base nisso que se estabelece, entre outros pontos:

Além disso, se a buyer persona de uma loja é conhecida e se o comportamento dela é entendido, torna-se muito mais fácil tomar as atitudes certas para contornar as crises sem prejudicar ou perder consumidores.

Tenha metas de crescimento

Criar metas também é outra dica importante de como administrar uma loja. Mas vale lembrar que as mais relevantes são aquelas que promovem o crescimento da empresa.
Definir metas claras, individuais e com prazo para os vendedores, por exemplo, é uma forma eficiente de aumentar as vendas no varejo. Mas você também pode tentar elevar o ticket médio da loja (valor médio de compra por cliente) para obter lucros maiores e poder investir mais.

Não esqueça que as metas devem ser acompanhadas constantemente e, caso não sejam atingidas, é interessante estudar o que faltou. Assim, pode identificar falhas e corrigi-las antes que aumentem e gerem crises.

Entenda a importância do ROI

Essa é outra excelente dica de como administrar uma loja, pois investimentos podem render ótimos resultados. No entanto, quando aplicados erroneamente, significam perda de dinheiro e de esforços, uma combinação perigosíssima para qualquer negócio.

Por isso, para que os ganhos da sua loja não sejam jogados ao vento, você precisa se atentar aos retornos sobre os investimentos feitos, o famoso ROI. É essa métrica, que vai lhe dizer se você está ou não gastando dinheiro em prol dos objetivos da empresa.

Uma das formas mais simples de calculá-lo é:
receita – custos ÷ custos × 100 = ROI

Invista no marketing de varejo

Falando em investimentos, comece a verificar a possibilidade de fazer marketing de varejo. Ele favorece as vendas sem, necessariamente, focar na marca do produto e, assim, fortalece diversos tipos de lojistas.

Esse tipo de marketing envolve várias ações, como a criação de uma vitrine mais atrativa, modificações no layout da loja e também táticas sensoriais, que têm se destacado, pois podem motivar os consumidores a comprarem até durante crises.

Gostou da alternativa? Então, agora que já conhece essas dicas importantes, descubra mais sobre o marketing de varejo e entenda porque aguçar os sentidos dos consumidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *